Linhas de Atuação

Desenvolvimento de materiais avançados oriundos de biomassa

Desenvolvimento de materiais avançados: são classificados como tais, materiais que apresentam novas estruturas com propriedades físico-químicas superiores aos seus precursores. É possível trazer como exemplo a esse tipo de produto, as fibras têxteis para utilização na área médica, as fibras de carbono e até mesmo anodos aplicados na fabricação de baterias de lítio-íon.

Desenvolvimento de blocos químicos: é possível descrevê-los como moléculas que permitem a geração de novos produtos. Dessa forma, os blocos químicos, advindos de fontes renováveis, substituem àqueles com rotas que não estão voltadas para a química verde, e que podem gerar plásticos, produtos farmacêuticos, antibióticos, dentre outros.

Desenvolvimento de biocatalisadores: catalisadores são classificados como tais, quando atuam em reações bioquímicas. Essas proteínas abrangem uma enorme gama de agentes que incluem as lipases, celulases, amilases, dentre outras enzimas, vitaminas e hormônios. São essenciais nos processos de transformação da biomassa vegetal para, por exemplo, a produção de combustíveis ou blocos químicos, e atraem atenção dos pesquisadores do Brasil com relação à sua descoberta ou melhoramento, para tornar os custos desses processos competitivos.

Desenvolvimento de biocombustíveis: esses são os combustíveis obtidos a partir de fontes renováveis, como é o caso do bioetanol, biodiesel, biogás, óleo vegetal e tantos outros, para os quais objetiva-se superar importantes gargalos tecnológicos.