A Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Bioeconomia conta com um ecossistema integrado de 28 Unidades EMBRAPI. Seu objetivo é estimular e fomentar a atividade de P,D&I entre centros de pesquisa e empresas, agregando valor e sustentabilidade à biodiversidade brasileira.

Vantagens para inovar com a Rede:

  • Recursos não reembolsáveis;
  • Menor custo via compartilhamento de recursos entre as Unidades EMBRAPII da Rede;
  • Agilidade no desembolso de recursos;
  • Flexibilidade para inovar;
  • Baixa burocracia para a contratação;
  • Compartilhamento de custos e riscos;
  • Acesso a instituições de pesquisa e desenvolvimento com experiência técnica e científica
  • Compartilhamento a infraestrutura e a capacidade técnica entre Unidades EMBRAPII;
  • Atendimento diferenciado a startups, pequenas empresas, arranjos cooperativos e empresas sediadas na região Norte.

Em nove anos de atuação, a EMBRAPII financiou

  • 339 projetos de PD&I em bioeconomia (tecnologia habilitadora ou aplicação na área)
  • 341 empresas beneficiadas
  • R$ 376 milhões em investimentos
  • 152 projeto concluídos
  • 78 pedidos de propriedade intelectual

*29/07/2022

Tecnologias embarcadas

A Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Bioeconomia está pronta para desenvolver projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) com agilidade, facilidade e zero burocracia.

As Unidades EMBRAPII têm competência para desenvolverem projetos em diversas áreas: como formulações a partir de óleos amazônicos, genótipos para indústria florestal, biorremediação de solos, polímeros biodegradáveis, utilização de resíduos, compósitos com bambu, biodigestores, cosméticos, biodefensivos, soluções enzimáticas, Tecnologias da Informação e Comunicação, entre outros.

Modalidades de fomento

A EMBRAPII cofinancia projetos da indústria nacional com recursos não reembolsáveis. Seu modelo de fomento é de fluxo contínuo: a qualquer momento as empresas podem realizar projetos, sem espera de um edital.

A aprovação e contratação é direta com as Unidades EMBRAPII, onde os recursos ficam disponíveis para inovação. O percentual varia de acordo com o porte da empresa. 

Os projetos que envolvem empresas da Região Norte ou de empresas com receita operacional bruta (ROB) igual ou inferior a R$ 90 milhões (noventa milhões de reais) podem ter até 50% do valor financiado. Já projetos de PD&I com empresas com ROB superior recebem até 1/3 do valor total por parte da EMBRAPII.

Veja como fazer!

Abaixo, você pode conferir os ciclos de inovação que a EMBRAPII financia em Bioeconomia

 

Basic Funding Alliance

A Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Bioeconomia contará também com recursos advindos dessa nova modalidade de fomento da EMBRAPII.

O Basic Funding Alliance destina recursos a projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) pré-competitivos (TRLs 2 a 4) com foco em novas rotas tecnológicas na área de Bioeconomia 

O conjunto de empresas participantes deve investir, ao menos, 10% do valor do projeto.

Vantagens competitivas

  • Compartilhamento de custos e riscos;
  • Gerar conhecimento que possa ser absorvido por diferentes segmentos econômicos no país;
  • Desenvolvimento de novas rotas tecnológicas em tecnologias disruptivas e de maior risco com foco em desafios e áreas estratégicas

Chamada aberta para Projetos de BFA! Confira aqui!

Governança da rede

A governança da Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Bioeconomia conta com: presidência, Secretaria Executiva, comitês técnicos, cujos representantes cumprem mandatos de 12 meses, que são rotativos entre as Unidades participantes da Rede.

A Secretaria Executiva da Rede EMBRAPII-MCTI será conduzida pela EMBRAPII em parceria com a Unidade EMBRAPII que a estiver presidindo e será realizada em alinhamento com o MCTIC.

Os comitês técnicos são compostos por membros indicados pelas Unidades da Rede e têm como objetivo discutir e propor pautas estratégicas para o fortalecimento das ações em:

Conselho Consultivo:

  • Abiquifi – Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos
  • ABBI Associação Brasileira de Bioinovação
  • ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos.]
  • ABIQUIM – Associação Brasileira da Indústria Química
  • ABIFINA – Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades
  • ABNC
  • BNDES – Financiadora de Estudos e Projetos
  • CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil
  • CNI – Confederação Nacional da Industria
  • Finep – Financiadora de Estudos e Projetos
  • SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
  • Ubrario – União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene
  • Ibá – Industria Brasileira de Árvores

Embaixadores da Bioeconomia: 

A Rede poderá nomear pessoas físicas, representantes da Academia, de empresas ou notórios conhecedores do tema para fazerem parte da Rede com o propósito de contribuírem tecnicamente, além de divulgação e parcerias da Rede. 

Os embaixadores poderão participar dos Comitês Técnicos mas não terão direito a voto. São instituídos pelo Conselho;

Depoimentos

Voltar
Pular para a barra de ferramentas
arrow-down arrow-left arrow-right arrow-up Close Contato E-mail Facebook Google Home Instagram Linkedin local minus phone Pinterest plus Busca comparilhar telephone Twitter user view YouTube line-contact line-email line-facebook line-google line-home line-instagram line-linkedin line-local line-phone line-pinterest line-plus Busca line-share line-telephone line-twitter line-user line-youtube