EMBRAPII, Senai e ABDI vão investir R$ 20 milhões. Espera-se ter os primeiros resultados práticos em 40 dias

Nesta terça-feira (7), saiu o resultado do Edital de Inovação, que selecionou nove projetos e PD&I para contribuir com o enfrentamento ao novo Coronavírus. Nesta edição, a iniciativa conta com o investimento de R$ 20 milhões da EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial).

A expectativa é desenvolver os projetos rapidamente para que surta efeitos em até 40 dias. Dentre os aprovados estão propostas de uso de inteligência artificial para controlar a propagação da doença; fabricação de um monitor de fácil manuseio para diagnóstico rápido de pacientes com deficiência pulmonar; produção de testes rápidos de detecção do vírus; desenvolvimento de um sistema de desinfecção para transportes públicos, entre outras.

“O avanço rápido da Covid-19 pelo mundo nos alerta sobre a necessidade de unir esforços na luta contra a pandemia. O Edital com a ABDI e o SENAI é mais um exemplo da atuação em parceria que trará importantes resultados”, afirma o diretor de Planejamento e Gestão da EMBRAPII, José Luis Gordon. “Investir em inovação e tornar viável o desenvolvimento de tecnologias de diagnóstico, prevenção e tratamento da covid-19 no país são prioridade para EMBRAPII neste momento. Nossas Unidades têm equipes preparadas e equipamentos de ponta para atuar no enfrentamento”, diz ele.

Na lista de escolhidos está a proposta de adaptar respiradores mecânicos veterinários para uso em humanos, como forma de ampliar o número de ventiladores pulmonares no sistema de saúde brasileiro. Outra solução proposta foi a ampliação da cadeia de suprimento dos construtores de respiradores pulmonares. Entre as ações que serão executadas estão identificar gargalos na produção dos ventiladores pulmonares, desenvolver novos fornecedores de componentes e propor alternativas de processo de fabricação desses componentes.

 “As soluções selecionadas ajudam a combater o coronavírus de forma inovadora, em uma demonstração de que o ecossistema brasileiro de inovação é capaz de dar respostas fundamentais ao país”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. “A rede de inovação e de tecnologia do SENAI vai dar todo o apoio para que as iniciativas produzam seus efeitos benéficos o mais rapidamente possível”, completa.

“Esperamos que os projetos selecionados contribuam para diminuir o impacto do contágio do coronavírus no país e prover ao sistema de saúde recursos para aumentar nossa capacidade de atender e tratar os pacientes com agilidade e qualidade”, afirma o presidente da ABDI, Igor Calvet.

O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do SENAI e do SESI. Desde que foi criado, em 2004, foram selecionados mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 680 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI e do SESI.

arrow-down arrow-left arrow-right arrow-up Close Contato E-mail Facebook Google Home Instagram Linkedin local minus phone Pinterest plus Busca comparilhar telephone Twitter user view YouTube line-contact line-email line-facebook line-google line-home line-instagram line-linkedin line-local line-phone line-pinterest line-plus Busca line-share line-telephone line-twitter line-user line-youtube