Transformando rejeitos de mineração de Ferro em materiais e componentes de construção

Geração de rejeitos de mineração é tema relevante em escala mundial e crucial em nosso país. De maneira inequívoca, os desafios, custos e riscos do armazenamento em si e o não aproveitamento de minerais potencialmente estratégicos já extraídos da natureza configuram pontos críticos com consequências econômicas, ambientais e sociais.

Setores intensivos no consumo de materiais podem se beneficiar desses rejeitos como fonte de matéria-prima, diminuindo a necessidade por extrações desnecessárias. O setor com maior capacidade de absorver grande volume dos rejeitos é o de materiais e componentes de construção civil considerando sua gigantesca escala e seu cenário de crescimento estimado.

Em concordância com esse cenário, a empresa Vale S.A., por meio do ITV – Instituto Tecnológico Vale, firmou parceria de pesquisa com a unidade EMBRAPII CICS POLI USP, em busca de soluções inovadoras capazes de atingirem mercados de grande volume para uso de rejeitos de mineração de Ferro como matéria-prima para materiais e componentes de construção.

O projeto de pesquisa é parte do Plano Diretor Tecnológico da Vale, onde participa do Road Map de Meio Ambiente, na temática Reaproveitamento de Rejeitos e Esteril como Coprodutos.

A pesquisa foi baseada em conceitos de economia circular, abordando questões tecno-científicas, normativas, geoeconômicas e de diferentes mercados, nos diversos produtos desenvolvidos ao longo do projeto, que foram: a) novos cimentos; b) concretos extrudáveis e argamassas; c) produtos cerâmicos; d) compósitos poliméricos.

Sobre a EMBRAPII

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial é uma Organização Social que tem contrato de gestão com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações; Ministério da Educação e Ministério da Saúde. Em sete anos de operação, já apoiou mais de 1300 mil projetos, em parceria com empresas nacionais de diferentes portes e Unidades EMBRAPII em todas as regiões do país. Tais projetos somam investimentos de R$ 1,7 bilhão em inovação.

arrow-down arrow-left arrow-right arrow-up Close Contato E-mail Facebook Google Home Instagram Linkedin local minus phone Pinterest plus Busca comparilhar telephone Twitter user view YouTube line-contact line-email line-facebook line-google line-home line-instagram line-linkedin line-local line-phone line-pinterest line-plus Busca line-share line-telephone line-twitter line-user line-youtube