Inspirado no Programa de Recursos Humanos da EMBRAPII, o Capacitação 4.0 abrange desde o ensino técnico à pós graduação

O Ministério da Educação lançou, nesta quinta-feira (8), o programa Capacitação 4.0, voltado para aperfeiçoar a formação profissional de estudantes do nível médio à pós graduação. A iniciativa, desenvolvida em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), vai beneficiar mais de 10 mil jovens estudantes em apenas cinco anos.

Inspirada na experiência bem-sucedida do programa de Formação de Recursos Humanos da EMBRAPII, o Capacitação 4.0 propõe um modelo de aprendizado a partir de experiências reais, com foco em pesquisa aplicada à indústria. O objetivo é formar profissionais capazes de desenvolver soluções tecnológicas de PD&I para o setor produtivo e com habilidades socioemocionais para trabalhar em equipe, negociar, superar desafios e crises que possam surgir no decorrer de sua prática profissional.

“Nosso tempo é marcado por intensas transformações, com inserção de novas tecnologias em progressão geométrica. Esse programa é uma resposta e faz parte desse contexto, ele vai preparar os estudantes e os profissionais do futuro, capazes de se adaptar e mudar de acordo com os diferentes contextos, contribuindo para tornar o brasil cada vez mais eficiente e competitivo”, destaca o ministro da Educação.

“Em um mundo exige adaptabilidade permanente das pessoas, é preciso investir na formação de profissionais capazes de oferecer respostas seguras aos desafios e às mudanças de rotas exigidas pelo desenvolvimento tecnológico. Com o Programa 4.0, a Embrapii vai contribuir com o MEC e o Senai na preparação de recursos humanos qualificados e preparados para o mercado de trabalho imediato, começando ainda na condição de estudantes nas universidades e institutos que sediam Unidades EMBRAPII”.

A proposta vai abranger estudantes de Institutos Federais, Universidades Federais e em Institutos Senai de Inovação credenciados como Unidades EMBRAPII. Para participar da Capacitação 4.0, os estudantes passarão por um processo seletivo. Depois de inseridos no programa, contarão com apoio de professores, que vão atuar como tutores. Além disso, os estudantes também receberão um auxílio à pesquisa para custear sua permanência e atuação no projeto.

Ao final, recebem um certificado com o selo do programa, atestando sua participação e os aprendizados adquiridos. A aprendizagem em soft skills será avaliada a partir de uma metodologia desenvolvida pelo Senai, instituição pioneira no diagnóstico e avaliação de competências socioemocionais em Educação Profissional.

Novas Unidades EMBRAPII – Ao lado do MEC, a EMBRAPII ainda credenciou quatro Institutos Federais como Unidades. São eles: Instituto Federal do Amazonas, em Manaus; Instituto Federal de Goiás, em Goiânia; Instituto Federal do Triângulo Mineiro, em Uberaba (MG); e, Instituto Federal de São Paulo, na cidade de Matão, noroeste do estado.

Agora, passa para 13 o número de polos tecnológicos em Institutos Federais credenciados para o desenvolvimento de projetos de inovação do setor produtivo brasileiro. Ao todo, a rede credenciada da EMBRAPII conta com 61 Unidades.

arrow-down arrow-left arrow-right arrow-up Close Contato E-mail Facebook Google Home Instagram Linkedin local minus phone Pinterest plus Busca comparilhar telephone Twitter user view YouTube line-contact line-email line-facebook line-google line-home line-instagram line-linkedin line-local line-phone line-pinterest line-plus Busca line-share line-telephone line-twitter line-user line-youtube