O projeto, desenvolvido pela EMBRAER e Unidade EMBRAPII SENAI CIMATEC, deve ser encarado como um primeiro passo rumo à utilização da tecnologia SHM (sigla em inglês para Monitoramento da Integridade de Estrutural) em aeronaves. Essas tecnologias podem proporcionar planos de manutenção mais otimizados, viabilizando maior segurança aliada a menores custos.

Empresas relacionadas

  • Embraer

Outros Projetos Embrapii