Chamadas Públicas

Chamada Pública 01-2016

ERRATA 24/11/16: Os prazos da Chamada foram alterados. Veja o cronograma atualizado no final desta página e no documento da Chamada Pública 01/2016 disponível para download.

 

 

Esta Chamada Pública tem a intenção de selecionar até 5 (cinco) Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica, públicas ou privadas sem fins lucrativos, para constituir Unidades EMBRAPII (UEs). O credenciamento será exclusivo para o segmento da Unidade Candidata responsável pela área de competência definida no Plano de Ação.

A área de competência caracteriza a especialização temática da UE. Ela deve permitir um entendimento claro do seu eixo de atuação para o desenvolvimento de projetos de inovação. Sua delimitação não deve ser tão estrita, de forma a restringir sua atuação e seu mercado, nem tão genérica que configure um conjunto de especializações dispersas.

As áreas de conhecimento a serem selecionadas são as seguintes:

  1. Robótica, mecatrônica e manufatura avançada: aplicações à indústria, biomedicina e defesa; virtualização; sensoriamento e conectividade (M2M); Indústria 4.0 e temas correlatos em robótica, mecatrônica e manufatura avançada.
  2. Química: química fóssil; adesivos e tintas; engenharia de processos químicos; insumos para HPPC e temas correlatos em química.
  3. Química Verde: biopesticidas; tintas a partir de renováveis; insumos para HPPC; química analítica verde e catálise; química de produtos naturais; engenharia de processos químicos e bioquímicos; bioprocessos sustentáveis; química orgânica aplicada e temas correlatos em química verde.
  4. Materiais: compósitos e materiais avançados – terras raras, silício grau solar, nióbio, lítio, cobalto, tântalo, tálio, vanádio; nanotecnologia e nanocompósitos; ligas; superfícies funcionais e temas correlatos em materiais.
  5. Energia renovável: solar fotovoltaica; eólica; biocombustíveis; baterias e acumuladores; inversores; integração, controle da rede e temas correlatos em energia renovável.
  6. Biotecnologia, Biomassa e biodiversidade: biotecnologia industrial; engenharia de bioprocessos; sustentabilidade da biomassa; biocombustíveis; novas tecnologias para biomassa; biossensores; biorrefinaria e temas correlatos em biotecnologia, biomassa e biodiversidade.
  7. Tecnologias de alimentos: embalagens bioativas e inteligentes; novos processos de conservação; novos materiais e temas correlatos em tecnologias de alimentos.
  8. Biofármacos e fármacos: insumos e produtos químicos, vacinas, anticorpos monoclonais e temas correlatos em biofármacos e fármacos.

 

ABERTURA DO PROCESSO DE SELEÇÃO 30/09/2016
Envio da Carta de Manifestação de Interesse 28/10/2016
Envio da proposta de credenciamento 16/11/2016
Divulgação de resultados de enquadramento 28/11/2016
Interposição de recursos sobre enquadramento 05/12/2016
Respostas aos recursos sobre enquadramento 12/12/2016
Previsão de divulgação do resultado preliminar 31/03/2017
Interposição de recurso ao resultado preliminar 07/04/2017
Previsão de divulgação do resultado final 14/04/2017

 

As perguntas e respostas mais comuns podem ser acessadas no link ao lado.