A Unidade EMBRAPII Poli USP – MCE atua, desde 2106, na área de Materiais, Componentes e Sistemas para Construção Ecoeficiente, desenvolvendo produtos e processos inovadores para empresas industriais da cadeia produtiva da Construção Civil e Infraestrutura, integrando o conhecimento de ciência dos materiais com os problemas práticos da aplicação em escala industrial, focada em ganhos de ecoeficiência e produtividade.

Equipe de professores, pesquisadores e técnicos da Poli USP, com formação em várias áreas de materiais, modelagem e técnicas construtivas. Ela tem mais de 20 anos, experiência na realização de projetos de P&D com empresas e consórcios de empresas. Na medida da necessidade, a equipe é reforçada com especialistas externos, do Brasil e Exterior, garantindo excelência e agilidade.

Através dos programas de pós-graduação, a Unidade EMBRAPII Poli USP – Materiais para Construção Ecoeficiente investe continuamente no desenvolvimento de novos conhecimentos, conceitos e ideias, gerando um fluxo permanente de novas soluções que, uma vez comprovadas em bancada, são ofertadas à indústria.

Dentre seus Projetos EMBRAPII da UE Poli USP – MCE, podem ser destacados:

  • “Concepção de sistema construtivo de montagem rápida e industrializada para edificações”, desenvolvido com a CMC Módulos Construtivos Ltda;
  • “Rejeitos de mineração aplicados na construção civil”, em desenvolvimento com a Vale S.A. e a Associação Instituto Tecnológico Vale.

 

Sobre a POLI USP
A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli USP) tem como missão formar profissionais comprometidos com o desenvolvimento sustentável do país, com responsabilidades social, econômica e ambiental. Fundada em 1893, ela foi incorporada à USP em 1934. Hoje, a Poli USP é referência nacional.

A Poli USP ocupa nove prédios na Cidade Universitária, em São Paulo, num total de 141,5 mil m2 de área construída, nos quais trabalham ou estudam 457 professores, 478  funcionários, 4.500 alunos de graduação e 2.500 alunos de pós-graduação.

A Escola tem longa experiência em projetos de P&D colaborativo com a indústria, tendo contratado, nos últimos 5 anos, mais de US$ 40 milhões de dólares. No momento, conta com duas unidades EMPBRAPII.

A Escola está organizada em 15 departamentos, responsáveis pelas atividades de ensino, de pesquisa e de extensão de serviços à comunidade. Destaca-se na realização de pesquisas científicas e tecnológicas, com as quais contribui para o progresso social e econômico do País e para a modernização, competitividade e qualidade dos produtos e processos das empresas.